Mamã, a fotografa oficial

babyboy

É muito mau quando o nosso telemóvel nos diz que já não podemos tirar mais fotografias, só porque esgotámos toda e qualquer capacidade de telemóvel e cartões dos arredores? Parece exagero, mas não é. Agora é porque se está a rir, agora porque está a fazer uma cara fofinha depois uma cara laroca, logo a seguir tiramos mais 5 ou 6 com milímetros, ou não, de diferença. E que tal dar uma escolha às fotografias? Impossível. O critério volta a ser o mesmo e andamos nisto de dia para dia.

Depois, temos ainda a fotografia tipo Pinterest. Um dia inteiro a preparar o cenário, mais meio dia a escolher a roupa, pensar nas poses e convencer o bebé a colaborar para que tudo fique perfeito. As fotos ficam espectaculares, é verdade, e dão um álbum magnífico.

Mas não esqueçam aquela fotografia mais papparazzi, sem qualquer tipo de preparação e que por vezes até fica tremida, mas que realmente capta o momento e a espontaneidade. A primeira papa que foi cuspida, o prato virado de pernas para o ar que foi contra a parede, o primeiro sorriso com covinhas no rosto, o primeiro abraço, ficam mesmo junto ao coração 😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s