Preparar o carro para o bebé

Este é também um pormenor importante na preparação da chegada de um bebé, basta pensarmos que vai ser o primeiro lugar onde o bebé vai estar depois de sair da maternidade, mesmo antes de chegar a casa.

Muitas famílias optam esta altura para trocar de carro, pelos mais variados motivos, seja porque o carro actual só tem dois lugares, porque não tem cinco portas, porque a bagageira é pequena, etc. etc…

Eu não tenho uma carrinha, nem um SUV. Pessoalmente não acho que seja obrigatoriamente necessário ter um carro desse género para ter filhos. No entanto, também nós trocámos de carro quando começámos a pensar aumentar a família. O meu carro é descrito como um compacto familiar com alma desportiva, ou por outras palavras Alfa Romeo Giulietta.

Os critérios de escolha foram: nível de segurança (o mais importante de tudo), conforto, viabilidade (até porque recém-papás não têm porquinho mealheiro para um carro que passe a vida no mecânico), sistema de isofix, cinco portas, uma bagageira com um espaço decente que desse para um carrinho e compras de supermercado e, já agora, um carro que me continuasse a fazer sentir bem e não uma reclusa da maternidade J.

Não dispensámos, no entanto, uma revisão e uma higienização completa (estofos, filtros de ar, AC, etc.) do carro, de modo a garantir que seria um ambiente completamente seguro para receber e transportar um recém nascido com poucas defesas.

Como acessórios extra que considero essenciais, comprámos um protector de bancos para colocar sob o isofix, só porque sou muito picuinhas com os meus carros, e um espelho para o banco traseiro para poder observar o bebé quando me desloco sozinha com ele.

No espaço de um ano, não precisei de mais espaço de bagageira, e fomos bem carregados com tudo o que precisávamos para uma semana de férias no Algarve. Senti-me completamente segura a conduzir com um bebé dentro do carro e foi completamente prático em dias de sol e de chuva.

Novas dicas para recém mamãs a caminho

Vou ser tia outra vez, estou tão contente 🙂 E sempre que há bebé novo a caminho, há bitaites que vêm à cabeça.

Apesar do Francisco já ter 15 mesinhos (passou tão rápido), ainda há dicas e truques do início da maternidade que estão bem frescos na cabeça. Por isso mesmo, e aproveitando este novo pequenote a caminho, decidi partilhar com todas algumas coisinhas que ficaram por falar no início da criação do blog.

Dicas nunca é demais para recém mamãs, não concordam? Não, não acontece só a vocês. Acontece a todas, por isso é bom partilhar. Vou mesmo aproveitar as questões que surgem agora a estes amigos. Se também vocês tiverem questões que gostariam de ver faladas aqui no blog, deixem comentário. Não é preciso puxarem os cabelos de desespero ou entrarem em pânico natural.

Agora aqui entre nós, neste momento ainda não se sabe se vou ser tia ou “tio” 🙂 , mas tenho cá um pressentimento que vai ser um lacinho cor-de-rosa.

Quem nunca…?

Qual o melhor programa para um sábado à noite? Bem… Para mim, cansada como ando, a dever horas à cama e constipada, o melhor mesmo é despachar o jantar e a cozinha e ir para Vale de lençóis. E isto era tudo muito bonito se não fosse este coelhinho com pilhas Duracell ainda estar acordado a estas horas.

Já jantou à horas e já devia estar no sétimo sono, mas não… O melhor mesmo é espalhar uma energia infindável que só ele consegue ter cá em casa.

As tentativas para o adormecer já foram muitas e das mais variadas formas mas parece que não há sono de maneira nenhuma. Acaba sempre numa birra de protesto ou num sorriso maroto que mais parece estar a gozar com a nossa cara e que, ao mesmo tempo, nos deixa meloso.

Por estas horas, chegamos à conclusão que o melhor é mesmo o último recurso… Quem nunca teve de ir dar uma volta de carro para ver se conseguia finalmente adormecer o pequenote?

Cá por casa, apesar do Francisco não gostar de dormir, felizmente não é habitual termos de recorrer a esta solução, mas confesso que já não é a primeira vez.

É “perigoso” caso o nosso pequenote seja de criar hábitos facilmente, porque podemos cair no erro de depois não adormecerem de outra forma e, nesse caso, para além do incómodo, não há bolsa que resista. Aqui não é o caso e, por isso, ainda nos aproveitamos um pouco do truque, mas quando já estamos de pijama, custa…

Pizza night

Sem devaneios mas com muita diversão à mistura. Hoje fizemos a primeira pizza para toda a família. Claro que não mandámos vir do take-away. Só os papás é que se podem portar mal.

Hoje fizemos a massa e pusemos as mãos na massa. Fizemos uma pizza familiar que coubesse no nosso forno e um cantinho especial foi do Francisco. Base de tomate caseira e queijo pasteurizado. Nham nham nham…

Resultado: pizza por toda a cozinha, de orelha a orelha e não esquecendo o nariz e muita, muita, muita diversão ***

Novas aventuras

Não. O dia de hoje não foi nada fácil. O primeiro dia na sala de 1-2 anos, a sala arco-íris… uff… que trabalheira. Isto de ser um menino grande tem muito que se lhe diga. Os amigos já são conhecidos mas há muita coisa para fazer, muitas coisas novas para explorar, novas rotinas e conversas para pôr em dia. 

Quando chegou a casa, se já soubesse, falava pelos cotovelos. E depois de uma banhoca quentinha e mais brincadeira, só apetecia era um “vale de lençóis” aconchegante para dormir noite fora. Amanhã há muito mais para fazer!