Obsessões

Obessões

Mãe coruja, sempre em alerta, ou mãe leoa, protectora… tudo junto. Quando os nossos pequenotes nascem, nasce em nós toda uma quantidade absurda de obsessões, umas com razão e outras nem por isso. É inevitável, fatal como o destino. Esterilizamos tudo em nosso redor e não há micróbio que nos faça frente, abafamos os desgraçados com 50 camadas de roupa, com receio que tenham uma pontinha de frio. E o medo da terrível SMSL (Síndroma da Morte Súbita do Lactente) leva-nos a ir verificar, de 5 em 5 minutos, se estão a respirar, principalmente enquanto dormem. Nesta última vale tudo, ficar fixamente a olhar para o peito para ver se mexe para cima e para baixo, pôr um espelho em frente ao nariz para verificar se embacia… De repente parecemos o Gollum do Senhor dos Anéis com a sua obsessão pelo anel e a repetir continuamente “My precious…“. É o medo que nos assalta, de um dia para o outro, de perder aquele amor incondicional de 50cm (mais ou menos).

No entanto, com o tempo, muitas destas obsessões começam a desvanecer ou a atenuar mas nunca desaparecem ou não nos tivéssemos nós tornado em “mães”.

Livros de instruções

Livros de instruções.jpg

Podiam vir com livros de instruções sim senhor, podiam mas não vêm. Temos mesmo de nos amanhar da melhor maneira possível, e isso implica informar a mãe e a sogra que se tornaram numa linha de apoio 24. No entanto, não precisamos de perder a fé nos livros de instruções. Se não vem incluído, temos de procurar. Apesar de, felizmente, ter várias pessoas à minha volta prontas a ajudar, não dispensámos ter uma ajudinha extra sempre pronta a consultar. Nas nossas diversas visitas a livrarias e procuras das melhores instruções, encontrámos estes dois: O novo guia de sobrevivência para pais, de Wendy Green (Marcador) e Bebé Livro de Instruções, de Louis e Joe Borgenicht (Arte Plural edições).

Continue a ler “Livros de instruções”

Ready, set, go…!

Ready Set Go

Já fizeram a mala? Ainda não? Como não?

Há quem faça a mala para a maternidade mal sabe que está grávida e depois há aquelas que fazem a mala quase de véspera, como eu. No entanto, tenho de assumir que o meu método não é o mais aconselhável. Devemos, sim, ter a mala pronta com alguma antecedência, até porque depois é mesmo tudo a correr. Eu fiz uma lista (ou talvez mais) do que era suposto levar, e que vou aqui partilhar convosco. A lista funcionou perfeitamente, e só teve uma pequenina falha. Como a minha estadia se prolongou por mais 2 dias no hospital, precisámos de ir comprar uma chuchinha para o pequeno, que ao fim de uns dias já começou a pedir um conforto extra.

Continue a ler “Ready, set, go…!”

Noite de escapadela

IMG_20180814_225201.jpg

Hoje foi noite de escapadela para os papás. Todos os motivos são bons para arranjar uma desculpa para namorar mas, faz hoje (já) 7 anos que disseram o “sim” e por isso foram comemorar com um jantar especial.

Obrigada ao Cantinho do Avillez pelo miminho depois da fabulosa refeição. O bolo de chocolate era verdadeiramente delicioso, e a espuma de avelã, um pedacinho de céu. Uma experiência a repetir, sem dúvida, até porque ficou muita coisa por provar.